"Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará a camisa, aberta no arco. E diante do furor impotente do adversário, a camisa RUBRO-NEGRA será uma bastilha INEXPUGNÁVEL "

Nelson Rodrigues

Ao passar por aqui faça seu cadastro!

sábado, 31 de março de 2018

O ódio de Juninho Pernambucano ao Flamengo!

Desde a história de que o vasco é o eterno vice, que os torcedores cruzmaltinos nos odeiam. 

Tenho amigos, de verdade que são vascaínos. Eu só os chamo de "vascaídos", por conta dos três rebaixamentos. 

Nossas brincadeiras são saudáveis e ficam no campo da gozação, nunca da violência. Há pouco tempo, atrás, Juninho Pernambucano teceu comentários que desagradaram a torcida do Mais Querido (isso mata os vascaídos de raiva - Mais Querido). 

Foi quando do episódio do chôrôrô, gesto feito por Vinicius Junior, após o terceiro gol, contra o Botafogo. 

A torcida do Mengão caiu de pau nele, nas redes sociais, pois ele ele foi um que xingando, reagiu a gozação de vice. Está claro seu ódio ao torcedor rubro negro. Só não vê quem não quer. E uum fato claro disso é que o garoto que fez o gol do botafogo apertou o nariz, numa clara gozação a história do "cheirinho". E ele? Nada disse. Por que não condenou o gesto? Claro, contra o Mengão pode.

E a maior demonstração disso foi o comentário feito sobre a barração do Renan, no jogo contra o botafogo. (‘O Renê é feio, nordestino e não é amigo de ninguém. O brasileiro é preconceituoso e a torcida da massa é preconceituosa’).

Falou em preconceito contra "nordestinos e feios" da massa. Claro que estava indo à forra do que a torcida fez contra ele, no caso do chorôrô. A globo até tirou ele de alguns jogos.

A prova disso é que, ao se desculpar do que disse sobre a barração de Renan, afirmou: "Quando falei em preconceito, não foi para desmerecer pessoas ou entidades, muito menos o Flamengo. Falei em preconceito cultural. Preconceito histórico. Até na minha família tenho pessoas que têm algum tipo de preconceito. Posso estar errado mas é a impressão que tenho, é a minha opinião. Mas como jogador e comentarista respeito o Flamengo. Sempre respeitei."

Ou seja, respeita o Flamengo, mas não a sua torcida, a quem ele diz ser preconceituosa. Ora, O Renan até vinha bem, mas é fraco. Não é jogador para o Flamengo. 

Até concordo que Carpeggiani mexeu mal e errado, mas ele não criticou isso. Criticou o vice do Flamengo e a diretoria que atende a torcida. 

Ou seja, ele está mesmo é PUTO da vida com a torcida do Mengão que não deixou ele em paz nas redes sociais. Meu conselho?
CALA A BOCA JUNINHO!

Imagem de vencedores!

Imagem de vencedores!
Eu, meu filho Renato e meu neto Cristiano Junior no Maraca!